_______Ceridwen_______

.

.

“No futuro, no porvir dos anos vindouros, ele insistiria com o único dos seus filhos que sobreviveria às incontáveis escaramuças para defender o Wandsdyke, indagando se realmente um dia teriam sido visitados por um estranho estrangeiro com um estranho pedido”.

.

No século VI da era cristã o Império Romano não passa de uma memória distante nas ilhas da boreal Brittania. Os velhos deuses foram quase esquecidos, e os pequenos reinos que se espalham pelos charcos e florestas sofrem o peso de infindáveis derrotas para os invasores saxões. Mas, pelas trilhas castigadas pelo destino, o solitário saxão vaga quase alheio à miséria ao seu redor. Incapaz de viver no presente, que não lhe pertence, e expulso de seu próprio passado por atos que não consegue inteiramente compreender, ele caminha incerto na tentativa de encontrar um futuro que talvez signifique nada mais que seu próprio esquecimento.

.

“Há algo dentro de mim, há algum tempo. Queima, e fura, retalha, e não me deixa respirar direito. É horrível”.

.

Mistura de realidade e lenda, História e Mito, Ceridwen é um longo conto sobre Deuses longínquos e gatos gigantes, sobre Poesia e sofrimento, sobre Justiça e Memória – transição e morte.

.

Gratuito para download e distribuição eletrônica, recomenda-se a leitura de Ceridwen no formato .pdf:

02-capa

Download da versão em pdf

.

Ceridwen igualmente se encontra disponível no Itunes:

http://itunes.apple.com/us/book/id1168588366

E na Kobobooks:

https://store.kobobooks.com/en-us/ebook/ceridwen-1

Para entrar em contato com o autor/editor de Ceridwen, envie um email para: 

ceridwen.live@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s